Persona, como e por que criar uma para sua empresa

Tempo de leitura: 3 minutos

Persona alvo

Com a evolução do sistema capitalista, a consolidação da web como um importante meio de vendas e relacionamento com os clientes, crises globais que atingem países das mais diversas partes do globo e um novo perfil de consumidor, cada vez mais consciente dos efeitos ambientais, sociais e econômicos de suas escolhas, o mercado se alterou drasticamente.

Neste cenário, é preciso mudar a forma de fazer negócios, especialmente no que diz respeito à promoção dos produtos e serviços. Assim, surge o marketing digital, também conhecido como inbound marketing, que altera a maioria das premissas até então existentes sobre marketing e mercado. Uma das criações deste novo tipo de marketing é o conceito de persona. Mas do que trata-se este conceito? E como ele pode ajudar sua empresa? É isso o que você irá descobrir na sequência.

O conceito de persona

Um bom primeiro passo para entender o conceito de persona é partir do conceito de público-alvo. Por definição, o público-alvo é o público de interesse da empresa, determinado por características sociais, demográficas e econômicas. O conceito de persona parte desta mesma premissa, e pode ser entendido como a extensão do conceito de público-alvo.
Assim, uma persona é o cliente ideal de sua empresa, uma personagem que existe teoricamente e une as características de seu público-alvo, ou seja, é o tipo de pessoa mais provável a comprar o que você vende, independente de tratar-se de um produto ou serviço. Um jovem do sexo masculino, de 25 anos, classe média, que mora em cidade grande, tem carro e está sempre conectado não é uma persona, pois apesar de ampla, não determina atitudes, hábitos e preferência, fundamentais na definição de uma persona.

Utilidade da persona em estratégias de marketing

Pensando de uma forma bastante simples, marketing é um conjunto de esforços para gerar identificação com os clientes em potencial. Tendo uma persona em vista, estas estratégias para criar identificação fica muito mais simples, pois sabe-se como deve ser o tom das comunicações, quais os canais de comunicação utilizados, qual a extensão dos conteúdos divulgados (extensos ou mais curtos), os locais virtuais mais adequados à publicidade, quais palavras-chave são mais adequadas para o público, dentre diversos outros.

Como criar uma persona

Por tudo o que foi dito acima, é possível deduzir que o quanto é complexo criar uma persona adequada. Mas lembre-se que este esforço inicial é de grande utilidade para todo seu negócio, pois os benefícios são muitos, especialmente em termos de vendas e consolidação da imagem da empresa nas mentes dos consumidores.

A realização de entrevistas, pesquisas e outras ferramentas para coleta de dados sistematizadas são as principais maneiras de começar a definir a persona. Mas é necessário frisar que estes métodos devem ser utilizados de forma rigorosa para não influenciar nas respostas e, consequentemente, no resultado final.

A análise dos dados também é uma etapa importante, pois a partir dela é que se extraí os insights e instruções para a definição concentra da persona.

A realização de testes também é importante, pois é capaz de tornar a persona mais acurada, evitando equívocos e potencializando ainda mais os resultados.